terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Releitura

(n. literal)

UM PAR DE DENTES
JAMAIS ABOLIRÁ
A LIBERDADE

(ou da poesia do que surge do desconhecimento de uma língua)