quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Retrato IV

20/04.17:53

A menina sorri. O sol batia em seus cabelos presos em maria chiquinha. Ela via o seu pai chegando. Não era ele na verdade mas o caseiro. Ela confundiu pois estava longe; ela tem um princípio de miopia que ninguém ainda percebeu. Queria que fosse o pai, há dias que o espera voltar para casa. Mas não volta. Partira um dia após seu aniversario de seis anos. Nesse momento ela sorri para o caseiro, que ainda está muito longe. Ele vê a menina e pensa que ela é sozinha e triste. Ela sorri para o pai, mas não para o caseiro. Ela não gosta dele. O caseiro machuca as galinhas, corta o pescoço delas sem dó. O pai jamais faria isso. O pai não machuca galinhas e jamais machucaria alguém. Ela sente dor ao enxergar que não é o pai, mas o caseiro trazendo em mãos uma caixa de ovos. Ela chora.